Notícias
Mulher fazendo microagulhamento

O que é o microagulhamento?

O microagulhamento é uma técnica baseada no uso de microagulhas esterilizadas acopladas a um rolo, fazendo microperfurações na pele e no couro cabeludo, com o objetivo de estimular a produção de colágeno e ainda permitir a formação de canais para a passagem de ativos para as áreas mais profundas da pele, num processo denominado drug delivery.

O rolo varia na quantidade e no tamanho das agulhas que varia de 0,25 mm a 3,0 mm, promovendo perfurações variadas na pele. Hoje, já temos também microagulhas acopladas a canetas automáticas, chamadas dermapen. O microagulhamento pode ser feio em todos os fototipos de pele.

Contraindicações do Microagulhamento

O microagulhamento é contraindicado em vários casos, como:

    • pacientes com qualquer infecção na pele
    • pacientes com herpes em atividade
    • pacientes com acne inflamatória
    • pacientes em uso de anticoagulantes
    • pacientes com distúrbios da coagulação e, ainda, em casos de pacientes em tratamento para neoplasiaspacientes com histórico de queloide

Riscos do Microagulhamento

Os riscos relacionados ao tratamento podem envolver a ocorrência de infecção, já que se trata de um procedimento invasivo, com quebra de barreira epidérmica. Por isso, a assepsia adequada da pele é fundamental, assim como o uso de um roller estéril e descartável.

Além disso, a aplicação inadequada da técnica pode gerar manchas na face e até mesmo cicatrizes, principalmente se não houver uma anamnese adequada com seleção correta de pacientes. Lembrar que o procedimento só deve ser feito em consultório e por médicos capacitados.

Antes de iniciar o tratamento, o paciente deve passar pela consulta médica para avaliar se tem indicação e pode fazer o procedimento. Após isso, serão prescritas medicações específicas, como clareadores e ácidos, para preparar a pele.

E depois do microagulhamento?

Após o microagulhamento, a pele ficará vermelha e edemaciada. Podem ser usados produtos como vitamina C, ácido hialurônico, ácido retinóico, entre outros produtos com ação específica para atender a necessidade de cada pele.

Não deve ser aplicado após o procedimento, maquiagem e nem filtro solar. O uso desses produtos está liberado apenas no dia seguinte. O paciente deve evitar exposição solar e suspender todas as medicações tópicas em uso até a completa cicatrização, utilizando apenas um hidratante com ação cicatrizante.

O ideal, também, é uma dieta balanceada, rica em proteínas magras , verduras e legumes , com baixa ingestão de açúcares e sal . A gestante pode fazer o microagulhamento sem associação com o drug delivery, ou seja, não se deve ser aplicado nenhuma sustância após as microperfurações.

Onde realizar o microagulhamento?

Idealmente, o tratamento não deve ser feito em casa, e sim em consultório médico com profissional habilitado, onde temos a garantia de uma assepsia adequada da pele e a execução adequada da técnica

Caso seja realizado em domicílio, somente utilizar agulhas de até 0,5 mm, que estão liberadas pela Anvisa para serem usadas por profissionais não médicos .

Quando for realizar o microagulhamento em domicílio, deve-se utilizar um roller descartável, com registro na Anvisa, e descartado após seu uso em local adequado. Antes de iniciar o procedimento, lavar o rosto com água e sabonete para retirar maquiagem e impurezas, após isso, limpar a pele com álcool 70%. Manter o roller dentro de um recipiente com álcool após ser aberto.

O risco de executar o microagulhamento em casa é a ocorrência de infecções, já que é um procedimento invasivo com ruptura da barreira da epiderme. Somado a isso, a aplicação da técnica inadequada pode determinar um resultado negativo, inclusive com risco de gerar complicações, como manchas e cicatrizes.

A dica mais importante para pessoas que fizeram o dermaroller em domicílio e não obtiveram resposta positiva é procurar um dermatologista habilitado para avaliar que possíveis complicações podem ter ocorrido e programar a execução de novas sessões no consultório sob a supervisão dele.

Para entender melhor sobre os cuidados com a sua pele, é melhor ter o parecer de um especialista de confiança. A Dra. Kaliandra é dermatologista no Rio de Janeiro e atende na Avenida Rio Branco, 185 – Sala: 403/404 – Centro, Rio de Janeiro. Telefone: (21) 3199-0400. Agende sua consulta!

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente

Whatsapp